sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Gezo Marques

Hoje, enquanto passeava a pé pelas ruelas lisboetas, reparei numa montra.
Tinha um candeeiro de tecto que atraiu o meu olhar.
Atraiu de tal forma que apesar de já estar uns passos à frente, recuei e voltei a olhar.
Estava alguém do lado de lá da porta a falar ao telefone, demos o mote para que entendesse que queriamos entrar.
Abriu-nos a porta, não era o artista, mas alguém que conhecia muito bem o seu trabalho.
Entrámos, olhei ao meu rededor e gostei do que vi.
Apreciei!
E tivemos a explicação de trabalho por trabalho!

Recebi o seu contacto, e agora queria mostrar-vos o candeeiro que me fez voltar a trás... mas não o encontro. :(
Partilho três trabalhos* que também me cativaram o olhar.
Podem consultar a maioria dos seus trabalhos aqui.

*O primeiro apresentado como 'Inveja', o segundo 'Como é bom...', e o terceiro 'Ideias são como bebés'. Este último pertencendo à colecção PanDan.

1 comentário:

  1. Muito obrigado! espero que apareça para um café!
    Um abraço
    Gezo : )

    ResponderEliminar