segunda-feira, 9 de novembro de 2009

demasiado pequeno este Uruguay (2/3)

Cheguei ao Lou Bizarro na última quinta-feira à noite para tomar algo com a R e quem estivesse aí.
Saio do táxi, levanto a cabeça como a ver se encontro alguém, e chamam-me com um sotaque espanhol. Não seria a Rque é portuguesa, eram as amigas da M.
Estivemos à conversa.
Eis senão quando, as empregadas* vêm até à mesa e ficam a olhar-me.
Cruzo o olhar e cumprimento-as!
Sigo à conversa com as amigas da M, e as empregadas não deixavam de me olhar, e olho de volta e levanto as sobrancelhas, como que a perguntar o que se passa.
'No es la chica que pidió agua caliente el otro dia?**'
Ahh, era isso!
'Si!'

No mesmo bar, mas no sábado com o F, que se tinha ido no fds passado até São Paulo e acabava de regressar, estavamos ao balcão, e a empregada passa, toca-me no braço, e diz-me 'Hola! Todo bien?'

*duas! agora que penso, não entendo que sentido tinha estarem ali duas empregadas!
**Isto é outra história!

Sem comentários:

Enviar um comentário