sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Escrevi teu nome no vento (I)

Escrevi teu nome no vento
Convencido que o escrevia
Na folha dum esquecimento
Que no vento se perdia

Ao vê-lo seguir envolto / Na poeira do caminho
Julguei meu coração solto / Dos elos do teu carinho

Em vez de ir longe levá-lo / Longe, onde o tempo o desfaça
Fica contente a gritá-lo / Onde passa e a quem passa

Pobre de mim, não pensava / Que tal e qual como eu
O vento se apaixonava / Por esse nome que é teu

E quando o vento se agita / Agita-se o meu tormento
Quero esquecer-te, acredita / Mas cada vez há mais vento

2 comentários:

  1. Lindo!! há músicas que parece que foram mm escritas para nós lol só precisamos de encontra-las!!!

    ResponderEliminar
  2. E encontrá-las é o mais dificil!
    ;)
    ás vezes estão mesmo aí, mas nem nos damos ao trabalho de ouvir o que dizem..

    ResponderEliminar