quinta-feira, 26 de março de 2009

Um aplauso para aquele que deixou tudo e montou um bar na praia (in The Bluebluesky)*

Um aplauso para aqueles que, contra tudo e contra todos, seguiram em frente ser olhar para trás. Um aplauso para quem continua a sorrir. Um aplauso para quem não desiste nunca. Um aplauso para quem vive o que pensa mesmo que essa não seja a opinião do grupo. Um aplauso para quem arrisca.
Um aplauso para todos os que surpreendem. Um aplauso para quem ainda manda cartas de amor. Um aplauso para quem se ri espontaneamente e com vontade. Um aplauso para quem ainda espera. Um aplauso para quem dá sem pensar em receber.
Um aplauso para quem, não sabendo a letra, canta a plenos pulmões e ainda dança. Um aplauso para quem não teve medo de perguntar o que era óbvio à frente de uma multidão. Um aplauso para quem foi atrás daquele sonhoUm aplauso para quem vive.
Um aplauso a quem escreve, um aplauso a quem sabe escrever. Um aplauso a quem não sabe e mesmo assim consegue dizer.Um aplauso a quem se toca sem nunca saber se era para si. Um aplauso a quem não desiste de tocar nos outros assim. Um aplauso à espontaneidade, à perseverança e à diferença. Um aplauso a todos aqueles que mesmo sem querer saem da indiferença.
Um aplauso para quem, não sabendo que era impossível, foi lá e fez.

*Adorei! e... Não hesitei em publicar.

3 comentários:

  1. Outro! ;-)

    A CT encontrou, e eu vou actualizar pois estas palavras não são minhas nem da minha fonte, vêm directamente de uma publicidade da Coca-Cola!

    Um aplauso para a Coca-Cola!

    ResponderEliminar
  2. Sim senhora, confirmo, o texto base é da Coca-Cola (que tem umas publicidades tão geniais de vez em quando!!! Um aplauso para eles), embora tenha sido um bocadinho adaptado. :)

    ResponderEliminar